Proin gravida nibh vel velit auctor aliquet. Aenean sollicitudin.

Bezegol

Desde o underground tomou de assalto as rádios e manteve o mesmo respeito e valores pela vida, sem qualquer detenção ou receio é hoje um dos grandes “Poetas Urbanos” do panorama musical nacional -­ BEZEGOL ­- porque assim lhe chamam desde miúdo, fruto de um timbre inconfundível e único na música que se faz em Português.

Durante anos foi presença na noite da cidade invicta até que em 1995 se mudou para fora do País. Após um interregno de quase 5 anos, Bezegol regressa a Portugal e faz nascer o seu primeiro registo oficial numa colaboração com Wolfgang Schlögl (Sofa Surfers) editado no álbum de I­Wolf “Sincerely Yours”, pela Klein Records.

Em 2003 compôs o seu primeiro single “Fire”, para a primeira compilação da MATARROA em duas noites intensas pulsadas pela inspiração. A persistência levou­-o a trilhar um novo rumo por sonoridades pouco exploradas em Portugal, do Reggae ao HipHop á guitarra Portuguesa, a voz crua do homem rude, criava vida.

Do underground até às rádios, sem perder o estilo tão característico que o torna singularmente único, Bezegol começava a firmar bandeira na cena musical portuguesa.

Em 2007 chegou ao top da Antena 3 e do itunes com o tema “Forever Love” single do que veio a ser o seu primeiro álbum de originais “Rude Bwoy Stand” editado pela Matarroa.

Dois anos depois surge um convite inesperado, Bezegol partiu para Colónia onde seria um dos 19 músicos com outras tantas nacionalidades que iriam participar na criação do projecto Koalas Desperados. Gravou 7 temas entre os quais “Tempu” e partiu em tour por terras germânicas com a banda. Consciente que o “tempo não volta atrás” produziu, no mesmo ano, o Rude Ep a convite de Henrique Amaro, “ uma produção fugaz que ficou na nossa história” e que contou com a colaboração de Tó Trips no tema “Rude Sentido”.

A ascenção de Bezegol prosseguiu com “Monstro”, seres transversais que vivem por todo o lado: na cabeça de Bezegol, nas nossas, nas ruas, no parlamento, nos gestos, na música. “Fugir à norma” sem escapar da realidade é um dos lemas de Bezegol, que o incita à luta, à criação artística sem conformismos com uma forte mensagem, exemplo disso mesmo é o tema “Fora da Lei” no primeiro registo da RUDE RECORDS.

Em 2013 edita “S.A.C.A.N.A.” e cimenta a posição de músico interventivo mas versátil, desde as diferentes sonoridades até várias temáticas líricas, umas vezes em português outras em inglês, sem discriminação porque a música não tem donos, cor ou nacionalidade e de onde sairam temas tão distintos como “Rainha sem Coroa”,”Beat on the Brat” ou “Era tão bom”.

No final de 2017 lança “Maria” tema que conta com a participação de Rui Veloso e que contabiliza já mais de 3 milhões no youtube.

“So Eu Sei” lançado em Março de 2018 é o segundo single de um disco que se espera para breve.

Musica

Redes Sociais

Booking